31/03/2016 - Prefeitos elogiam forma de Pedro Taques atender e Casa Civil programa duas reuniões anuais com consórcios

31/03/2016 - Prefeitos elogiam forma de Pedro Taques atender e Casa Civil programa duas reuniões anuais com consórcios

Ao invés de terem que ir com o “pires na mão” de porta em porta de cada Secretaria de Estado ou do gabinete do governador, no Palácio Paiaguás, os prefeitos de Mato Grosso foram recebidos por todos os secretários e também pelo chefe do Executivo Estadual, Pedro Taques (PSDB), durante esta quarta-feira (30), em uma reunião ampliada organizada pela Casa Civil, Paulo Zamar Taques.

O novo formato agradou a maioria absoluta dos 95 prefeitos presentes. Eles tiveram até o dia 20 para preencher uma planilha de demandas, enviada a Casa Civil, que distribuiu aos secretários de cada pasta para prepararem respostas aos administradores municipais. Divididos em grupos, eles passaram pela mesa de todos os secretários para firmar acordos de cooperação, planejar o recebimento de verbas parlamentares e discutir ações futuras.

O secretário Paulo Zamar Taques, chefe da Casa Civil, anunciou ainda que duas vezes por ano ocorrerão reuniões de trabalho com os 14 consórcios regionais. E uma vez por ano a reunião ampliada, com todos os prefeitos. Encontros pragmáticos e objetivos, conforme ordem do próprio governador, o qual adota o lema de “conversar menos para trabalhar mais, e conversar mais para resolver os problemas”.



“Essa é a primeira reunião com todos os prefeitos de Mato Grosso inteiro. Ideia de Pedro Taques ao menos uma reunião desta por ano. E duas reuniões semestrais com os consórcios. diminui o número de participantes para aumentar para aumentar a objetividade e o avanço das decisões. Gostaria fazer um pedido: que todos tenham objetivo claro e inequívoco de trabalho. É preciso que seja aprimorada ao longo do tempo”, disse o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Zamar Taques.

O evento foi ideia do governador Pedro Taques após o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga (PSD), levar 50 prefeitos de uma só vez até o Palácio Paiaguás, no último dia 9, para apresentar demandas. Desde então, a Casa Civil foi incumbida de organizar um evento para propiciar um diálogo objetivo, de trabalho intenso e respostas rápidas aos prefeitos de interior, alguns com sedes municipais mais de mil quilômetros distantes de Cuiabá.

 O governador Pedro Taques garantiu que todos os secretários de Estado ouvirão as necessidades de cada município e farão o possível para atender às demandas. “Sabemos das dificuldades que os prefeitos passam e queremos que Mato Grosso continue a ser um Estado de transformação. Aproveitem este momento em que todos serão atendidos para firmar parcerias e buscar soluções para os problemas enfrentados”, afirmou.

Todos os secretários estão orientados a atender os prefeitos de acordo com dados apresentados, sem observações político-partidárias. A maior parte das demandas apresentadas foram referentes a malha viária, transporte escolar, saúde e segurança. Em várias ocasiões os prefeitos foram atendidos no sentido de constituir projetos para poderem receber as emendas parlamentares já destinadas pelos deputados estaduais.

O modelo também foi apoiado pelo líder do governador na Assembleia Legislativa, deputado estadual Wilson Santos (PSDB), que passou o dia no evento para ajudar a viabilizar emendas parlamentares através de projetos e ampliar o diálogo com os prefeitos. “O governador tem procurado tem procurado ter uma relação institucional e republicana com a maioria dos prefeitos. Agora, infelizmente coincide o mandato do Pedro com uma crise econômica. Então mais do que nunca exige essa aproximação, planejamento e apertar o cinto”, ponderou Wilson Santos.

Da Redação - Jardel P. Arruda e Ronaldo Pacheco

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário