01/08/2015 - Oitenta Anos Com Muita Graça

01/08/2015 - Oitenta Anos Com Muita Graça

Pouquíssimos sabem quem é Firmina Santos Silva, mas todos sabem quem é D. Lozinha, apelido carinhoso pelo qual é conhecida.

 

Em novembro de 1955, sob o comando do desbravador Severiano Neves, 45 pessoas partiu de Parnaíba no Piauí rumo ao Mato Grosso. A viagem foi longa, sofrida e cheia de altos e baixos.

 

De Parnaíba a Floriano a viagem foi de ônibus, por sinal lotado.

 

 De Floriano a Miracema do Norte, naquele tempo estado do Goiás, o meio de transporte foi fluvial e a viagem foi no barco de popa São Paulo que fazia linha através do rio Tocantins, transportando passageiros e mantimentos em geral para abastecer as populações ribeirinhas do Centro oeste brasileiro.

 

Já de Miracema do Norte até Cristalândia ainda no Goiás, a viagem prosseguiu em pau de arara, conhecido meio de transporte terrestre que de forma irregular e sem conforto transportava os brasileiros por regiões carentes de estradas, onde o rumo era direcionado pelo sol, pelas estrelas e pelo senso de orientação.

 

Já em Cristalândia, Severiano Neves fretou dois voos das linhas aéreas Nacional, os quais transportaram as 45 pessoas rumo a Santa Terezinha no Mao Grosso.

 

De Santa Terezinha para o destino almejado, a viagem foi novamente fluvial, desta feita através do rio Araguaia num barco de poupa do comandante Santana, que zingrava este rio, também transportando passageiros e mercadoria de consumo para os moradores destas paragens.

 

Finalmente a aproximadamente 30 dias da partida em Parnaíba, no entardecer de 5 de dezembro de 1955 aqueles pioneiros chegaram aonde seria a vila de São Félix atracando o barco ali, no porto bem em frente ao pé de baru, ao lado do hoje posto de combustível na Av. Araguaia.

 

Em sua maioria a caravana era composta por famílias: a de Severiano Neves, a do Sr. Antônio Simão, pai do nosso saudoso Miranda; a de Aderson Mendes da Silva, entre os solteiros vieram o Sr. José do Morro; Luís Cocheira e muitos outros, homens, mulheres e crianças que vieram convidados por Severiano Neves fundador da vila, para trabalharem e aqui assentar juntamente com suas famílias fazendo esta terra prosperar.

 

Entre aqueles desbravadores encontrava-se a jovem Firmina Santos Silva, esposa de Aderson Mendes da Silva que veio com o marido e um filho pequeno encarar os desafios de uma colonização, em que o apoio era simplesmente a fé no futuro e a força braçal.

 

Foi assim que chegou a estas terras mato grossense nossa Firmina, que conhecemos e carinhosamente chamamos de Lozinha.

 

Em 31 de julho de 1935, Lozinha nasceu e criou-se em Várzea de Simão Pedro no Piauí, terras de seu avô. Em 19 de julho de 1952, aos dezessete anos, casou-se com Aderson Mendes da Silva, e aos vinte anos, veio para o Mato Grosso aqui firmando morada.

 

Qualifica-la como mulher, esposa, mãe, amiga, guerreira, é muito pouco para seu cacife. Lozinha é simplesmente mulher, esposa, mãe e amiga em todos os sentidos possíveis de se imaginar.

 

Mulher, trabalhadora incansável. Visionária, possuidora de uma visão de futuro crítica e analítica. Empreendedora por instinto, quando são Félix do Araguaia embrionava questões turísticas, ela já investia em uma pousada, a qual dirige e vem modernizando a cada ano, com objetivo de sempre prestar um bom serviço e que, passou a ser um de seus rendimentos promissores.

 

Esposa aguerrida e companheira, esteio de uma família. Propiciou ao esposo a participação de uma companheira afeita e a par de seus desafios, suas empreitadas, mantendo seu lar nas mais perfeitas ordem e condições, para que o mesmo desempenhasse seu trabalho com tranquilidade. Mesmo após a partida de seu companheiro, continuou com a mesma missão no seio familiar, sempre zelando por sua união e bem estar.

 

MÃE, no mínimo prestimosa e aglutinadora. Sempre prezou pela família reunida, promovendo a harmonia, a paz e o respeito familiar. Matriarca de uma grande família, Lozinha é, e sempre foi a mãe presente em todos os assuntos e situações de sua família, onde sempre contemporizou qualquer questão com bom senso e sabedoria.

 

Uma MÃE sofrida, mas muitíssimo feliz, pois sempre foi agradecida pelas graças que recebeu. Lozinha foi mãe de onze filhos, dos quais sete foram chamados e três são as bênçãos que Deus lhe deu: Nilva, João, o Joãozinho Sesostes e Nilza a nossa Iaiá, que lhe presentearam com onze netos e sete bisnetos.

 

AMIGA sem comparação, sempre pronta a ouvir e a atender os amigos tentando com eles minimizar e suavizar dificuldades surgidas. O sorriso franco e sincero faz parte de sua fisionomia. A tristeza só faz morada em seus olhos se for devidamente justificada e com tempo certo p/ se retirar. Pois Lozinha não tem espaço em vida para cultivar dissabores.

 

Seu bom humor é perene, difícil de igualar e é sua marca registrada. Ela chega aos 80 anos, cheia de vida, graça e energia, com muito fôlego e saúde para atingir os 100, quem sabe até mais.

 

Eu tenho o privilégio de ser sua amiga e comadre, Te desejo tudo de bom que já conquistastes e que por certo desejas continuar colhendo!

 

Parabéns pelos 80 anos, que a eles sejam somados muitos mais anos de felicidades! Você merece!

 

Que Deus te abençoe com toda tua família e entes queridos!

 

                                                                                             

Graça Parente

 

Comentários

Data: 07/08/2015

De: Icatu Pinheiro de Brito

Assunto: comunicado

Envio meu Email para Lozinha e familiares. icatupinheiro@hotmail.com

Data: 07/08/2015

De: Icatu Pinheiro de Brito

Assunto: Agradecimrnto

Em 28/7/2015, viajei a Sao Felix do Araguaia para aniversario de dona Lozinha, irma do nosso amigo rodrigues e a atenção com que todos nos receberam foi contagiante .parabéns losinha você merece todas as homenagens recebidas pelas centenas de pessoas que viajaram de varias partes do pais, Rio de Janeiro, Piaui, Brasilia, Goiânia, Palmas,mato grosso e outros, assistiram uma festa maravilhosa e união de familia. Parabens losinha. Coronel da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Icatu Pinheiro de Brito

Data: 03/08/2015

De: Valdemar

Assunto: D. Losinha

Meus cumprimentos pela passagem de seus 80 anos. Que a senhora continue desfrutando dessa saúde e alegria que contagia todos a sua volta.

Data: 01/08/2015

De: José de Melo

Assunto: Losinha

SÓ POSSO DIZER QUE ME EMOCIONEI COM ESSAS LEMBRANÇAS. NOSSA, FAZ TEMPO QUE NÃO VEJO A DONA LOSINHA. LER E RELEMBRAR SUA HISTÓRIA AQUI FOI TUDOOOOOOOOOOOOOOOOO BOM

Data: 01/08/2015

De: Vilma Xavier

Assunto: Re:Losinha

CARO DI DEUS JOSÉ MELO, VC TEM TODA RAZÃO. DONA LOSINHA FOI E É MESMO A PRECURSORA DA CIDADE DE SÃO FÉLIX HOJE MORO NA BAHIA E QUANTO TEMPO NÃO VEJO . NOS RESTA AGRADECER ESSA GRANDE PESSOAS QUE FOMOS AMIGAS NO INICIO DE SÃO FÉLIX EU VIM EMBORA E ELA CONTINUA AÍ, TALVEZ NÃO SE LEMBRA DE MIM, MAS NUNCA ESQUECI DE VOCÊ AMIG.

CONTINUA LINDA....

Data: 01/08/2015

De: Célia

Assunto: Re:Losinha

minha homenagem a essa mulher de fibra.

Data: 01/08/2015

De: Carlas

Assunto: Re:Losinha

Dona Losinha Grande Exemplo De Fé E Temor A Deus

Data: 01/08/2015

De: Maria de Sousa

Assunto: Re:Losinha

Olá Amigos De São Félix, Estou Em Marabá -Pará. Estou Acompanhando Essas história por aqui no site. Não poderia de deixar de prestar minha homenagem a nossa querida dona Losinha. muitas vezes a dona Losinha me aconselhou foi minha incentivadora. se hoje tenho as minhas coisas e me formei em história dona Losinha, muitas saudade parabéns em nome da minha família também lhe agradece.

Data: 01/08/2015

De: DJALMA

Assunto: MEU DEUS

QUE LUCIDEZ. MEU DEUS, DONA LOSINHA MESMO AOS 80 ANOS LEMBRAR DA SUA HISTÓRIA. ISSO É MARAVILHOSO.

Data: 01/08/2015

De: Filha de Sanfa

Assunto: Dona Losinha

DONA LOSINHA, O NOSSO RESPEITO, ADMIRAÇÃO E NOSSA GRATIDÃO…. QUERIA ESCREVER MUITO MAIS. NO ENTANTO, A EMOÇÃO É MUITO GRANDE EM VELO…MEU DEUS, MUITO OBRIGADO PELA SUA EXISTÊNCIA, DONA LOSINHA

1 | 2 | 3 | 4 >>

Novo comentário