31/08/2011 - 08h:58 Policiais recebem proposta e podem voltar ao trabalho na sexta

Acabou há pouco a reunião entre o Sindicato dos investigadores e Escrivães (Siagespoc) e o secretário de Administração do Estado, Cesar Zilio, na qual uma nova proposta do governo foi apresentada para a categoria. A votação da proposta será na quinta-feira (1) e caso seja aceita, os policiais e escrivães voltam ao trabalho já na sexta-feira (2).

De acordo com Cledson Gonçalves, presidente do Siagespoc, a porposta apresentada pelo Estado não é a ideal buscada pela categoria. No entanto, ele admite que houve um avanço e aposta em um possível final da greve.

“Houve avanço. Dificilmente atingiríamos 100% do solicitado, mas acredito que se a categoria aceitar, voltamos ao trabalho na sexta-feira”, garantiu. Paralisados há pelo menos 60 dias, a categoria exigia um piso salarial de R$ 3460.

A reunião aconteceu na Secretaria de Administração do Estado (SAD), que ficou tomada por policiais civis. O único parlamentar que se fez presente foi o deputado estadual Carlos Avalone (PSDB). Segundo o tucano, a proposta apresentada se adequa a disponibilidade do Estado e atende a categoria na medida do possível.

Repercussão

O presidente do Siagespoc, disse ainda que a categoria está comovida com a 'onda' de violência que atingiu Mato Grosso nos últimos dias. "Quando saímos para trabalhar somos como aqueles vigilantes, não temos a certeza de que vamos voltar pra casa", afirmou Cledson, em referência ao tiroteio na Galeria Itália, que vitimou dois seguranças e dois assaltantes.

 

Da Reportagem Local - Julia Munhoz / Da Redação - Lucas Bólico

Comentários

Data: 10/11/2013

De: coevqf

Assunto: オークリー メガネ




Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.