19/02/2011 14h:09 Acusado de roubo de gado em São Félix é preso em Água Boa

 

Foi preso por Policiais do CISC de Água Boa por volta das 11h30 nesta sexta-feira (18/02) em cumprimento a um Mandado de Prisão expedido pela Comarca de São Félix do Araguaia, Amarildo Cardoso de Lima, de 46 anos, natural de Jataí (GO), acusado de ter assaltado em 2009, juntamente com outros dois comparsas 90 vacas em uma Fazenda em São Félix do Araguaia.

Segundo o delegado de São Félix do Araguaia Dr. Wilyney Santana Borges o assalto que originou o Mandado de Prisão aconteceu no dia 09/04/2009. O Delegado disse ainda que conforme foi investigado pela polícia, Amarildo e mais dois comparsas chegaram à tarde à Fazenda Mata Verde as margens do Córrego Cabeça nas proximidades do distrito Estrela do Araguaia “Posto da Mata” município de São Félix do Araguaia, dizendo que iriam utilizar os currais da Fazenda para embarcar um gado que haviam comprado para receber uma conta.

O bando foi recebido pelo funcionário da fazenda José Pereira Filho e lá jantaram e dormiram, na manhã seguinte, anunciaram o assalto dizendo que não iria matar o vaqueiro, como de costume, porque teria sido gentil com eles, mais fizeram ele beber cachaça e deixaram-no amarrado...

Embarcaram 90 vacas em 04 caminhões. Pouco depois o gerente da Fazenda chegou encontrou o colega amarrado descobriu o roubo e avisou a polícia na delegacia do Posto da Mata...

A apreensão do gado

Policiais de toda região foram mobilizados e apreenderam os 04 caminhões: em Ribeirão Cascalheira e no trevo de Canarana. Todo o gado foi recuperado. Os 04 motoristas foram presos e Amarildo e seus comparas estavam em um Gol branco conseguiram escapar. Os motoristas disseram em depoimento que não sabia se tratar de gado roubado.

Prisão de Amarildo em Água Boa

Expedido o mandado de prisão muitas diligências já foram realizadas por policiais de toda região e hoje (18/02) os policiais civis do CISC de Água Boa tiveram êxito em realizar a prisão de Amarildo nas imediações da residência de familiares na Rua 17 Nº 321 Bairro Operário.

Amarildo já tem passagem pela polícia pelo mesmo crime e Modus Operandi ocorrido em 2002 em Canarana. O acusado foi encaminhado para a Unidade Prisional Major Zuzi onde aguardará a decisão da Justiça.

Os outros integrantes da quadrilha continuam foragidos