10/09/2011 - Dupla sertaneja divulga nota sobre show em Diamantino, MT

 

Zezé di Camargo e Luciano se apresentaram na cidade no dia 4/9.
Eles dizem que pagamento foi feito por entidade privada, e não pública.

 

A assessoria de imprensa da dupla Zezé di Camargo e Luciano enviou para o G1 nesta sexta-feira (9) uma nota sobre show realizado no dia 4 em Diamantino (MT). Leia a íntegra:

 

"NOTA À IMPRENSA

Diante da notícia divulgada por alguns veículos de comunicação de que a Justiça do Estado Mato Grosso, através do Juízo da Comarca de Diamantino, acatando pedido do Ministério Público, teria determinado o bloqueio de contas bancárias da comissão organizadora da "V Expodiamantino" e da empresa responsável pelos shows e da bilheteria do show da dupla de artistas “Zezé di Camargo & Luciano”, representada por nossa empresa, sob o fundamento de que o valor de R$ 210 mil reais, que teria sido pago pelo show realizado naquela cidade no dia 04/09/2011 teria sido custeado indevidamente pelo erário Municipal e de que referido órgão Ministerial deverá ingressar com ação civil pública visando o ressarcimento dos valores aos cofres públicos, cumpre-nos informar e esclarecer o que se segue:


1) No dia 03/03/2011 nossa empresa, ZCL COMÉRCIO PROMOÇÕES E PRODUÇÕES LTDA., CNPJ/MF nº 67.214.197/0001-32, na qualidade de representante da dupla “Zezé di Camargo & Luciano”, celebrou com o SINDICATO RURAL DE DIAMANTINO, “CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ARTÍSTICOS” tendo como objeto uma apresentação (show) da referida dupla de artistas, para ser realizada no dia 03/09/2011, na Exposição Agropecuária desta cidade;

 


2) No dia 05/07/2011 as Partes celebraram Aditivo Contratual alterando a data da apresentação para o dia 04/09/2011, bem como ajustando o valor total a ser pago em R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais).


3) Na data prevista, “Zezé di Camargo & Luciano” realizaram normalmente a apresentação. De seu lado, o SINDICATO contratante promoveu devida e aprazadamente o pagamento dos valores ajustados, diretamente a nossa empresa, pelo que foi emitida nesta data, também aprazadamente, após a verificação de cumprimento da parte financeira, a emissão da correspondente Nota Fiscal de Serviços.


4) De modo que:
a) A contratação de nossa empresa para a apresentação em foco foi realizada única e exclusivamente pelo Sindicato Rural de Diamantino(MT), não tendo sido celebrado qualquer ajuste com o poder público local, nem sequer mantido qualquer contato com quaisquer de seus representantes, para a realização do show acima mencionado, não tendo, ainda, em nenhum momento, sido aventada a possibilidade de pagamento do preço pelo poder público local;


b) Os valores ajustados foram pagos diretamente a nossa empresa através de depósitos em contas bancárias indicadas para tanto, entre 03/03/2011 e 26/08/2011, não tendo nenhum pagamento sido realizado pela Municipalidade, já que isso requereria ajustes e procedimentos próprios previamente elaborados;


c) Nossa empresa nem os artistas não tiveram nem tem, em absoluto, conhecimento sobre qualquer relação entre o SINDICATO contratante e a Municipalidade, tendo sido contratada, prestado os serviços e recebido o preço ajustado na forma convencional, como faz rotineiramente;


d) Os valores pela apresentação foram ajustados e pagos na quantia total de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), conforme consta do Aditivo Contratual em anexo e da referida Nota Fiscal de Serviços.


5) Tais fatos, portanto, não correspondem à verdade, pelo que reiteramos se do total desconhecimento, tanto por parte nossa empresa, quanto pelos artistas “Zezé di Camargo” e “Luciano”, de qualquer relação entre o SINDICATO contratante do show e o poder público local, o que inclusive não nos compete.


01. Diante, porém, da repercussão negativa da notícia e da necessidade de esclarecer o assunto, estamos enviando ao Ministério Público atuante na Comarca de Diamantino, requerimento demonstrando e comprovando a situação acima esclarecida e requerendo a adoção das medidas necessárias à exclusão de nossa empresa e dos artistas de qualquer procedimento administrativo e/ou judicial que diga respeito ao assunto (cópia em anexo), a fim de que inverdades como estas possam manchar a imagem e a honra da dupla “Zezé di Camargo & Luciano” e dos artistas que a compõem, construída durante longos anos de trabalho sério e honesto."

Entenda o caso lendo a matéria ABAIXO:

07/09/2011 - MPE bloqueia R$ 270 mil pagos à dupla Zezé de Camargo e Luciano

  

Escrito por G1 MT

Comentários

Data: 21/09/2011

De: José Bravo

Assunto: materia em foco

A justiça tem tantas coisas para investigar, como incopetencia na area da saude, na educaçaõ, na segurança do nosso povo, no bem estar social, mas de repente resolve noticiar algo relacionado a show sabendo que da ibope e que quem sabe não serve para tampar alguma falha que deixaram de investigar, como algumas licitações que acontecem, e que ninguem toma conhecimento. Involver o nome de Zezé Di Camarga & Luciano é mais facil todo mundo vai tentar saber o que aconteceu, ora senhores promotores do ministerio publico, uma empresa como a de Zeze e Luciano não precisa e nem tem nessecidade de se envolver com poder publico a carreira da dupla e o sussesso da empresa sempre foi paltada de mtos trabalhos, honestidade, diguinidade e cumprimentos de todos seus compromissos por onde passa, Mato Grosso tem que se sentir horados e agradecer sempre estes meninos por tudo que eles fez e faz levendo o nome e musica do nosso estado para todo o Brasil, não vamos manchar isto não senhores do ministerio publico, vamos assistir mais televisão e ver mais noticias e se interar mais quem é Zeze Di Camargo & Luciano, para Mato Grosso e para o Brasil e o que eles fazem de bom, antes de involver o nome deles em materias desse tipo, se eles estiveram em Diamantino fazendo show foi porque o sindicato os contratou, porque eles não precisa fazer média com policos nenhum, mas nenhum mesmo.

Novo comentário

OS COMENTÁRIOS É DE TOTAL RESPONSABILIDADE DOS INTERNAUTAS QUE O INSERIR. O REPÓRTER DO ARAGUAIA ONLINE RESERVA-SE O DIREITO DE NÃO PUBLICAR MENSAGENS COM PALAVRAS DE BAIXO CALÃO, PUBLICIDADE, CALÚNIA, INJÚRIA, DIFAMAÇÃO OU QUALQUER CONDUTA QUE POSSA SER CONSIDERADA CRIMINOSA. OS COMENTÁRIOS QUE CONTER NOS ITENS CITADOS ACIMA SERÃO EXCLUÍDOS. TODOS OS COMENTÁRIOS SÃO ARQUIVADOS ATRAVÉS DO IP E SERVIRÃO DE PROVAS CONTRA AQUELE QUE USAR ESTE MEIO DE COMUNICAÇÃO.