21/02/2011 17h:16 Ferrovia aumentará competitividade dos produtos de MT, diz Riva

 

O presidente da AL, José Riva, destacou também a contribuição dos produtores, que não deixaram de acreditar no potencial do estado

SANDRA COSTA
Assessoria da Presidência

 

“Cada metro que a ferrovia andar, representará mais redução de custos, viabilidade na exportação dos produtos, além de encurtar distâncias”. Esta é a opinião do presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva (PP), sobre o lançamento das obras do terminal ferroviário em Itiquira (357 km ao Sul de Cuiabá), que aconteceu neste sábado (19.02) durante solenidade no município com a presença do governador Silval Barbosa (PMDB) e diversas autoridades. É a ferrovia Senador Vicente, Vuolo, mais conhecida como Ferronorte, que será ampliada mais seis quilômetros até agosto deste ano.

Para o deputado, Mato Grosso é um estado com muitas oportunidades e a concretização da Ferronorte contou com a participação de diversos “atores protagonistas”, como a do senador Vicente Vuolo, in memorian, do ex-governador Blairo Maggi e o ex-presidente Lula. Porém, destaca também a contribuição dos produtores, que não deixaram de acreditar no potencial do estado. “Podem não ser atores principais, mas são abnegados, que produzem mesmo sem competitividade. Agradeço a eles por continuarem a acreditar. Outras obras vão chegar. Hoje, falta logística, mas sobram terra e capacidade de produção”, afirmou.

Para o parlamentar, as lideranças políticas do estado têm a obrigação de exercer uma pressão junto ao Governo Federal e aos demais líderes, no sentido de inserir Mato Grosso no contexto econômico e social do país. “Não adianta sermos um grande produtor e esse produto ficar inviabilizado em função da pouca competitividade, já que temos uma logística precária”, destaca Riva.

Neste sentido, o deputado defende investimentos significativos para melhoria da logística do Estado, com ampliação das linhas férreas, pavimentação de rodovias e, inclusive, a discussão sobre hidrovias. “É importante que sejam construídas a fim de permitir o escoamento da produção e Mato Grosso caminha bem neste sentido. O governador Silval Barbosa tem mostrado muita força política e determinação”, ressalta o presidente.  

Em discurso, o governador Silval Barbosa destacou a necessidade de uma logística consolidada “Vamos consolidar a Ferronorte e também a Centro Oeste, assim como estamos consolidando as BRs 364, 163 e 258 e outras rodovias estaduais dando as oportunidades de viabilizar o desenvolvimento de Mato Grosso”, declarou.

O senador Blairo Maggi disse que a Ferronorte vai beneficiar toda a região gerando mais competitividade com outros modais. “Até o final de 2012, a BR-163 estará completamente pronta e essa ferrovia chegando em Rondonópolis, teremos grandes modificações.  A vontade política tem que prevalecer e a ferrovia vai chegar em Cuiabá”.

Para o secretário Francisco Vuolo, em Itiquira as transformações econômicas vão acontecer em breve, sendo que a maior beneficiada será a população. “Além de atrair indústrias, vamos gerar oportunidades de emprego e renda. Neste ano, 35 anos completa a lei que foi criada pelo meu pai, Vicente Vuolo. Sem dúvida é um momento de muita satisfação e o Governo do Estado estará pronto para somar. Vamos lutar para inserir no Plano Pluri Anual (PPA) do Governo Federal recursos de R$ 800 milhões para a construção do trecho de Rondonópolis a Cuiabá”, adiantou.

FERRONORTE – Integrando a Malha Norte da América Latina Logística, o trecho ferroviário que chega a Itiquira faz parte do Projeto Rondonópolis, que irá ligar Alto Araguaia a Rondonópolis, ampliando em 260 quilômetros a extensão da malha ferroviária da empresa. O terminal de Itiquira deverá entrar em operação em agosto e irá atender os produtores da região, tendo a capacidade estática de 100 mil toneladas. “Hoje está data é tão histórica e vai ficar marcada pelo resto da minha vida. O povo de Itiquira verá o progresso e o desenvolvimento”, disse emocionado o prefeito de Itiquira Ernani José Sander.