04/12/2018 - 29 médicos cubanos deixaram Mato Grosso neste domingo; 6 foram substituídos

04/12/2018 - 29 médicos cubanos deixaram Mato Grosso neste domingo; 6 foram substituídos

Vinte e nove médicos cubanos deixaram Mato Grosso neste domingo (2) em retorno para seu país.  Até o momento 41 profissionais deixaram seus postos no Estado por causa do fim da parceria de Cuba no programa Mais Médicos.

Eles começaram a sair de Mato Grosso no dia 27 de novembro, como adiantado pelo Circuito Mato Grosso. Conforme a coordenadora do programa em nível estadual Regina Amorim, Tangará da Serra (240 km de Cuiabá) tem o maior número de baixa, somente ontem 11 médicos instalados no município voltaram para Cuba.

Os outros municípios que perderam profissionais são Mirassol D’Oeste (2), Alto Taquari (1), Colniza (1), Chapada dos Guimarães (1), Cáceres (2), Brasnorte (1), Pontes e Lacerda (1), Porto Esperidião (2), Nova Mutum (2), Nova Maringa (1) e Nova Olímpia (1). Também houve saída de um médico do DSEI (Distrito de Saúde Indígena) Xavante.

Ainda conforme a coordenadora do programa, até o momento o Ministério da Saúde repassou a informação de seis médicos brasileiros estão homologados para trabalhar em Mato Grosso. Eles substituem os cubanos em saída. As cidades contempladas são Cáceres, Diamantino, Peixoto do Azevedo, Tangará da Serra (2), e Vila Rica. A homologação de outros cinco profissionais está em trâmite – Chapada dos Guimarães (2), Cláudia, Nova Mutum, e Várzea Grande.

Vagas

Edital do programa Mais Médicos abriu 132 vagas em 53 municípios de Mato Grosso. O número é igual à quantidade de cooperados hoje distribuídos pelo Estado, conforme levantamento da SES (Secretaria de Saúde).

As inscrições iniciam nesta quarta-feira (21) e vão até próximo domingo (25).  O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira (20) o edital com 8.517 mil vagas para trabalho nos 26 Estados, Distrito Federal e DSEI (Distrito de Saúde Indígena). Elas foram abertas para substituição dos médicos cubanos e são para profissionais brasileiros e estrangeiros que tenham registro nos CRMs (Conselho Regional de Medicina) do Brasil. O início das atividades está previsto para 3 de dezembro.

 

FONTE: CIRCUITO MT

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário