06/02/2019 - Ação ameaça escolha de Maluf ao Tribunal de Contas

06/02/2019 - Ação ameaça escolha de Maluf ao Tribunal de Contas

Cotado ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT), o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB) pode esbarrar numa questão jurídica que o impediria de exercer a função. Entre os critérios exigidos estão "idoneidade moral" e "reputação ilibada".

 

O parlamentar foi denunciado em 2017 no processo referente ao esquema de desvio de dinheiro público da Secretaria de Educação (Seduc), que veio à tona com a deflagração da Operação Rêmora. É necessário julgar o recebimento do processo, tornando ou não Maluf réu. No entanto, o Pleno do Tribunal de Justiça (TJMT) já adiou a pauta por diversas vezes, deixando de apreciar o caso.

 

Mesmo diante da situação, Maluf acredita que o processo em pendência não vai interferir no intento para se tornar conselheiro. “Não tem nenhuma denúncia recebida, ainda. Não tem processo meu sendo julgado”, explicou ao GD. 

 

A vaga de conselheiro destravada recentemente pelo Supremo Tribunal Federal (STF) se refere ao posto deixado por Humberto Melo Bosaipo em 2014. Por enquanto, as cotações giram em torno dos nomes dos deputados Guilherme Maluf e Sebastião Rezende (PSC).

 

Em contato com o GD, Maluf enfatizou que, apesar do desbloqueio da vaga, a Assembleia oficialmente ainda não foi notificada.      

 

 

Gleid Moreira

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário