07/11/2018 - Luiz Alves (GO) - Operação Limpeza nas Praias retira lixo do Rio Araguaia

07/11/2018 - Luiz Alves (GO) - Operação Limpeza nas Praias retira lixo do Rio Araguaia

Agentes ambientais da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima) realizaram, no feriado de Finados, dia 02, a Operação Limpeza nas Praias do Rio Araguaia, no distrito de Luiz Alves, no município de São Miguel do Araguaia, Goiás. 

Dois caminhões de lixos foram retirados na ação que acontece antes do período de férias, época que o local recebe centenas de visitantes que montam ranchos para passar a temporada no local. 

Foram recolhidos móveis, madeiras utilizadas para confecção de ranchos, latas, caixas d’água e até vasos sanitários. Todo material foi levado pela prefeitura para o aterro sanitário de Luiz Alves. Os materiais foram deixados pelos turistas nos acampamentos durante a última temporada de férias do mês de julho.

O analista ambiental e coordenador do parque Estadual do Araguaia, Caio César, ficou surpreendido com a quantidade de lixo retirado. “Somos acostumados a encontrar garrafas plásticas, de alumínio e de vidro, mas o que nos surpreendeu este ano foi o armário de cozinha nas águas”, comenta Caio César.

De acordo Caio César, os usuários desfrutam das praias nos períodos de férias e constroem seus ranchos temporários. Quando acabam as férias, eles vão para casa e deixam toda a estrutura montada no local. 

Ainda de acordo com o Analista Ambiental, o impacto causado por esses lixos que ficam é gravíssimo, já que a decomposição da maioria desses objetos é longa e alguns materiais que ficam nas águas sequer se decompõem. Alguns objetos demoram milhares de anos para se decompor, como por exemplo os armários de aços e caixas d’água retiradas do rio durante a operação.

Preocupados, moradores e pessoas que dependem da região para sobreviver acionaram a prefeitura para auxiliarem na operação que teve como objetivo limpar o Rio Araguaia. 

“É necessário que os usuários tenham cuidado com os resíduos gerados por eles mesmos. Cada um deve ser responsável por levar de volta todo o lixo que gerou durante sua estadia no Rio Araguaia. A comunidade precisa criar a consciência que esses objetos demoram centenas e milhares de anos para se decompor, e que isso afeta a qualidade da água e matam os animais que vivem no local”, finaliza Caio César na tentativa de conscientizar os turistas. 

À época, cerca de 20 mil sacos de lixos foram distribuídos para os turistas e para funcionários das prefeituras que ajudaram no recolhimento dos lixos produzidos pelos banhistas. A equipe da Secima acompanhou mais de 150 acampamentos em um raio de 231 quilômetros percorridos entre Aragarças até Aruanã de barco durante a última temporada das férias de julho, afim de levar conscientização aos turistas que costumam frequentar o rio.

O trabalho de conscientização acontece há mais de dez anos pela Secima e, além das ações nas praias, a equipe responsável pelo projeto leva palestras nas sete cidades atendidos pelo programa. São cidades que ficam nas redondezas do Rio Araguaia.  

 

 

 

 

O Hoje

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário