13/09/2018 - Servidores e voluntários elogiam Caravana da Transformação em ato pró-reeleição

13/09/2018 - Servidores e voluntários elogiam Caravana da Transformação em ato pró-reeleição
Voluntários das 14 edições da Caravana da Transformação, representantes da Cruz Vermelha, Liga de Rádio Amadores, Lions Internacional, Clube dos Desbravadores da Igreja Adventista do Sétimo Dia e servidores de carreira do Governo de Mato Grosso se reuniram nesta segunda-feira (10.09), em Várzea Grande, em ato pró-reeleição do governador Pedro Taques (PSDB).

O secretário adjunto de Defesa Civil, coronel BM Abadio Cunha, disse que a Defesa Civil teve uma evolução na atual administração, participando de eventos importantes como a Caravana da Transformação, bem como ações emergenciais como o apoio a Tangará da Serra, quando o município sofreu com desabastecimento de água por um período de 30 dias.

“Levamos socorro para Campo Novo do Parecis, Novo Santo Antônio, Barra do Bugres e outros locais. Isso só foi possível fazer devido aos investimentos do Governo do Estado”, destacou o coronel Cunha.

Presente no encontro, o governador Pedro Taques destacou que a Caravana da Transformação foi um sucesso, atendeu mais de 70 mil pessoas com cirurgia de catarata, tirando muitos da escuridão.

“Vocês voluntários fizeram a diferença em todas as edições da Caravana da Transformação. Você que pegou na mão daquele idoso, daquele velhinho, com carinho, que tirou do ônibus, levou para dentro, ofereceu bolachinha, deu suco. Você que levou o cidadão para dentro da carreta, viu a alegria dele ao descer da carreta enxergando. Você é muito importante para que essas políticas sejam concretizadas. Eu tenho muito orgulho da Caravana da Transformação”, discursou o governador.

Taques ainda destacou outros investimentos em saúde que o Estado realizou durante 3 anos e 8 meses de mandato como o Pronto-Socorro de Várzea Grande, que recebia R$ 168 mil por mês. O aumento inicial foi para R$ 650 mil e, hoje, a unidade recebe R$ 1,350 milhão.

“O Estado ajuda muito Várzea Grande. A UPA do Ipase só foi aberta porque o Governo do Estado repassa R$ 650 mil por mês. O Hospital Metropolitano em Várzea Grande está fazendo de 20 a 30 cirurgias bariátricas por mês, com a nossa ajuda. Temos um o programa Papa Filas para zerar atendimentos eletivos de ortopedia. Estamos fazendo muito pela saúde em Várzea Grande porque o orçamento que era de R$ 8 milhões saltou para R$ 18 milhões na nossa gestão”, destacou.

Em Cuiabá, Taques também investiu no Hospital São Benedito. A unidade só funciona porque o Estado faz repasses mensais à unidade. As obras do novo Pronto-Socorro contam com R$ 50 milhões investidos pelo Governo do Estado.
Servidores e voluntários elogiam Caravana da Transformação em ato pró-reeleição
Assessoria

 

Comentários

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário